PERIGO! Dupla Explosiva: Suas Emoções e Seus Investimentos

Um dos maiores inimigos do investidor não é o governo, nem a economia, os robôs traders, a sua família ou o Goldman Sachs. Se você quer saber qual é seu maior inimigo, basta se olhar em um espelho. Sim, você é seu maior inimigo.

 

Os seres humanos são feitos de razão e emoção. Mas a proporção entre estes dois é muito, muito, muito diferente! Apesar dos seres humanos terem uma capacidade de análise lógica, as emoções são muito mais fortes do que você pode imaginar.

 

Ouvi uma história muito interessante sobre razão x emoção nas pessoas. Infelizmente não me recordo quem foi o autor, mas vamos lá: “A emoção é um dragão enorme, cuspindo fogo pela boca e soltando fumaça pelo nariz. A razão é um velhinho, corcunda, em cima de um banquinho, com uma varinha mágica, domando o dragão. Ele consegue controlar o dragão através de alguns comandos, mas o dragão pode a qualquer momento simplesmente destruir o velhinho com uma baforada.”

As Emoções nos Investimentos

 

No meu post anterior, mencionei uma frase do Tony Robbins: “Eu tenho estudado várias pessoas bem sucedidas em diferentes campos, incluindo investimentos, negócios, esportes e entretenimento. E o que eu achei várias e várias vezes é que 80% do sucesso é psicologia e 20% mecânica.” E hoje vou explorar uma parte desta psicologia.

 

Muito do que é aplicado nos esportes é aplicado ao mundo dos investimentos. O golfe e o poker são esportes que, particularmente, exigem muito da mente. E se você não tiver um lado emocional bem desenvolvido, você perde. Alguma semelhança com os investimentos, seus relacionamentos e sua vida?

 

Jared Tendler é um cara que trabalha o psicológico de inúmeros jogadores de golfe e poker em nível mundial. Ao final deste post eu vou colocar um livro dele que eu li, e apesar de estar fazendo uma propaganda aqui, não estou recebendo nada por isso. Quando o trabalho é bom, merece ser divulgado…  fica aqui até o final e vou te mostrar que livro é esse!

 

Tendler diz que existe uma regra: quando o sistema emocional se torna muito ativo, ele desliga o sistema racional. Ou seja, se suas emoções estão muito altas, você vai tomar decisões ridículas, porque seu cérebro desligou o motor racional.

Resultado de imagem para gangorra gif animado
Quando a emoção está alta, seu lado racional está em baixa.

E quais são estas as principais emoções que nós temos? Raiva, medo, motivação e confiança. E todas elas tem um grau de variância, ou seja, todas elas vão de um espectro menor até ao maior. Vou explicar melhor abaixo, você vai entender melhor.

 

Irritação: vai do pequeno grau (uma pequena frustração) até o grau máximo (um descontrole completo).

Medo: vai da incerteza até a fobia.

Motivação: vai da preguiça até a alta inspiração.

Confiança: vai da total falta de confiança até ao nível do se achar um deus grego.

 

Como Evitar que As Emoções Afetem seus Investimentos?

 

Existem várias formas de contornar a influência das emoções. Importante mencionar que não é para evitar as emoções, pois isso é impossível. Ninguém consegue evitar de sentir emoções. E quando você busca reprimir emoções, você simplesmente vai acumulando até chegar ao estado de exaustão e explosão completa (irritação ao nível máximo), afinal seu ‘copo sentimental’ vai acumulando o conteúdo emocional negativo até transbordar.

 

Você pode respirar fundo ou buscar meditação (aqui estou falando da meditação com base científica e não nas inúmeras variações de meditação religiosas que existem, apesar de respeitar todas as crenças e credos das pessoas). Mas isto apenas vai amenizar o efeito colateral e não atacar a raiz do problema.

 

Uma das principais ferramentas para atacar a raiz do problema emocional nos investimentos é um pensamento racional sobre o longo prazo. Afinal de contas, por qual motivo você investe? Porquê você está poupando mensalmente? Quais são seus planos daqui a 10, 20, 30 anos? Com resposta para estas perguntas, você consegue ver claramente os motivos de estar fazendo o que está fazendo, e não vai se preocupar com as variações de curto prazo.

 

Para melhor visualização do que o longo prazo é capaz, eu vou lhe fornecer um material que você vai utilizar para o resto da sua vida. Quando você se estiver irritado com um investimento que não deu certo, com medo porque o mercado não para de cair, altamente motivado porque uma ação está subindo 50% em 2 meses ou se achando um deus grego porque sua carteira está acima do CDI, você vai lembrar da imagem abaixo. Ela vai ligar novamente o botão da racionalidade, acalmar suas emoções afloradas – sejam elas positivas ou negativas – e te lembrar o motivo de você estar neste jogo dos investimentos.

Warren-Buffett’s-Net-Worth-By-Age-chart

Nada melhor do que o gráfico de patrimônio do Warren Buffett para você evitar de fazer besteiras no curto prazo. E digo mais. Albert Eintein tinha razão: os juros compostos são a força mais poderosa já criada pelo homem. E para que esta poderosa força entre em campo, é necessário que você deixe o tempo agir. E não tem como o tempo agir se você não focar no longo prazo.

 

Livros Utilizados Neste Post:

O Segredo Dos Brasilionários – Robson Correa

Unshakeable – Tony Robbins

The Mental Game of Poker – Jared Tendler

 

Se você ainda não me conhece, te convido a conhecer minhas redes sociais. Quero convidá-lo a se juntar em nossa família no Facebook (onde já somos mais de 1.700 pessoas), Twitter (1.500 seguidores), e a se inscrever no meu canal do Youtube.

One thought to “PERIGO! Dupla Explosiva: Suas Emoções e Seus Investimentos”

Leave a Reply