Sem Controle Emocional, Sem Lucro

 

Como falei anteriormente em meu artigo, existem três certezas na vida: morte, impostos e… crises no mercado financeiro. A pergunta não é SE elas vão acontecer, e sim SE VOCÊ ESTÁ PRONTO para quando elas acontecerem. Um fato é 100% certo: as crises VÃO acontecer.

 

Tentar controlar o que está fora do seu controle é uma tremenda perda de tempo e energia. Foque naquilo que você realmente pode controlar:

 

  1. Seus gastos mensais;
  2. A quantia mensal que você aporta em seu portfolio;
  3. Os custos de corretagem, emolumentos e spread;
  4. Os impostos;
  5. O seu psicológico.

 

A Balança Emocional

 

Conforme eu disse neste artigo, apesar dos seres humanos terem uma capacidade de análise lógica, as emoções são muito mais fortes do que podemos imaginar. Quando o sistema emocional se torna muito ativo, ele desliga o sistema racional. Ou seja, se suas emoções estão muito altas, você vai tomar decisões ridículas, porque seu cérebro desligou o motor racional. É mais ou menos parecido com isso aqui:

c793c6df74a927e400cd51712d5dabae

 

E quais são estas as principais emoções que nós temos? Raiva, medo, motivação e confiança.

 

  • Irritação: vai do pequeno grau (uma pequena frustração) até o grau máximo (um descontrole completo).
  • Medo: vai da incerteza até a fobia.
  • Motivação: vai da preguiça até a alta inspiração.
  • Confiança: vai da total falta de confiança até ao nível do se achar um deus grego.

 

5 Passos Entre O Investidor Perdedor e o O Investidor de Sucesso

 

Você será bem-sucedido no mercado apena se tratar seus investimentos como algo sério, profissional e sensato. Os investimentos emocionais são letais.

 

O primeiro passo do investidor não é ganhar dinheiro e sim sobreviver no mercado. O objetivo de qualquer iniciante é investir bem, ou seja, aprender os fundamentos de sucesso no longo prazo. Se conseguir aprender as bases do investimento, naturalmente o dinheiro virá.

 

O segundo passo do investidor de sucesso é se livrar de ilusões. Muitos mitos e fantasias são vendidas para quem está ingressando na bolsa. Dicas quentes e estratégias vendidas para ficar rico em um mês geralmente tornam milionários apenas os donos das casas de análise que vendem estes produtos.

 

O iniciante que abre uma conta de investimentos de R$ 2.000 e espera convertê-la em R$ 1 milhão em 6 meses é como um adolescente que tenta se tornar um astro da música. Pode ser bem-sucedido, mas as exceções apenas confirmam a regra. Outra armadilha são os softwares de negociações que prometem lucros diários sem esforço algum. Se esses softwares funcionassem, por que os criadores venderiam?

 

O terceiro passo é montar um portfolio de modo de que nenhuma sequência de perdas possa expulsá-lo do jogo. Conforme escrevi neste artigo,  risco é aquilo que pode impactar negativamente sua vida. Os americanos costumam chamar de downsizing, ou seja, o quanto você perdeu do padrão de vida.

 

Isso vale para tudo na vida! Empreender um negócio do zero, investir em ações de small caps, comprar imóveis na planta… Para calcular o risco basta responder a seguinte pergunta: o quanto isto vai impactar meu padrão de vida? Tenho certeza que você vai evitar muitas besteiras adotando esta simples estratégia.

 

O quarto passo é sempre continuar aprendendo e estudando. Leia livros escritos por investidores, gestores, analistas e professores acadêmicos. Preste atenção em seus argumentos, mas preserve certo grau de ceticismo sadio a respeito de tudo. Faça perguntas, e não aceite ao pé da letra tudo que afirmam.

 

O quinto passo é assumir a responsabilidade sobre as próprias decisões. Seu sucesso ou fracasso dependente inteiramente de você. Pare de culpar os seus amigos, sua família, seu chefe, o governo, o mercado, os bancos ou as corretoras pelo seu fracasso. Faça uma auto análise de seu próprio comportamento em busca de padrões de sucesso e fracasso. Que não aprende com os próprios erros, está prestes a repeti-los até zerar a conta.

 

Você deve olhar para dentro de si mesmo, deixar de lado as ilusões e mudar as velhas maneiras de ser, pensar e agir. A mudança é difícil, mas se quiser ser um investidor profissional, você deve empenhar-se em mudar sua personalidade.

 

Se você curte meu blog, te convido a conhecer minhas redes sociais. Quero convidá-lo a se juntar em nossa família no Facebook (onde já somos mais de 1.700 pessoas), Twitter (1.500 seguidores), e a se inscrever no meu canal do Youtube. E caso queira se aprofundar um pouco mais, te convido a conhecer meu livro, que já está disponível na Amazon.

Leave a Reply